GTA 5 se torna o produto de entretenimento com maior faturamento, com mais de US$ 6 bilhões em receita

GTA 5 se torna o produto de entretenimento com maior faturamento, com mais de US$ 6 bilhões em receita

Diga o que quiser sobre o GTA, a franquia ainda comanda uma grande admiração dos fãs desde o primeiro jogo lançado em 1997. As sequências têm sido tão amadas e o mais recente lançamento da franquia, GTA 5, quebrou registro de receita de todos os tempos para um produto de entretenimento, como um álbum, filme ou música ou videogame.

GTA 5 ou GTA V ganhou impressionantes US$ 6 bilhões em vendas até a data, tornando-se a propriedade de maior bilheteria em toda a indústria de entretenimento. E isso é apenas através das vendas, que presumivelmente não incluem os muitos milhões ganhos através de microtransações.

MarketWatch diz que o jogo vendeu mais de 90 milhões de cópias desde o seu lançamento em 2013 na plataforma PlayStation, Xbox e PC. Apenas por uma questão de comparação, um jogo altamente popular como Call of Duty: Black Ops vendeu apenas 24,2 milhões de cópias até agora.

Em relação ao sucesso sem precedentes do jogo e à popularidade que ainda desfruta cinco anos após seu lançamento, o analista Doug Creutz disse à publicação: “Eu acho que é um caso atípico. Acho que, com exceção de algo que a Nintendo fez – Mario Brothers -, além disso, nunca houve um jogo de console que vendeu tantas unidades.”

Afastando-se do gênero dos videogames, o alcance do GTA 5 até agora é mais do que o dobro do blockbuster de ficção científica de James Cameron, Avatar, que faturou cerca de US $ 2,8 bilhões em todo o mundo e se tornou o filme de maior bilheteria da era moderna. O jogo ainda está ganhando milhões para os editores do jogo e terminou 2017 como o sexto título mais vendido nos EUA, segundo dados compilados pelo NPD Group.

Quando se trata de receita de plataforma, o GTA 5 obteve o maior 32,8% de sua receita líquida de vendas do PS3, seguido pelo PS4 de 27,4% e o Xbox 360 contribuindo com 25,5% de seu lucro líquido.

No entanto, a maior força do GTA 5 está no conteúdo do jogo e na adição frequente de novos modos que mantêm os jogadores colados ao título, e é claro que há toda a exploração do mundo aberto que pode manter você viciado por horas. É um jogo que vale a pena gastar e há mais de 90 milhões de pessoas que irão lhe dizer isso.

Pro Evolution Soccer 2019: Confira todos os detalhes sobre o lançamento mais recente da Konami

Pro Evolution Soccer 2019: Confira todos os detalhes sobre o lançamento mais recente da Konami

Para a surpresa de todos e alegria geral dos gamers fãs de futebol, o Pro Evolution Soccer 2019 foi lançado no último dia 30 de agosto. Essa é a primeira vez que a Konami lança mais uma edição da franquia nesse mês.

Muito se especula sobre isso, mas ao que tudo indica essa é uma estratégia da empresa para bater de frente com o Fifa, principal concorrente, que agora conta com a Liga dos Campeões. O jogo do novo Fifa está programado somente para 28 de setembro.

O PES é um dos queridinhos dos gamers fãs de futebol. Mas, sempre enfrentou problemas com as versões ilegais, que apresentavam várias modificações.

Contudo, a nova versão surgiu com uma série de pontos positivos e alguns pontos negativos, como a falta da Liga dos Campeões.

Continue lendo esse post e veja tudo o que mudou no lançamento mais recente da Konami.
Continue lendo “Pro Evolution Soccer 2019: Confira todos os detalhes sobre o lançamento mais recente da Konami”

PlayStation lucrou US$ 2,7 bilhões em vendas de software no último trimestre de 2017

A PlayStation anunciou um aumento de 71% nas vendas de software no último trimestre de 2017, na comparação com o mesmo período no ano anterior, mas revelou uma queda de US$ 700 mil em vendas de hardware.

Os números foram anunciados no relatório financeiro mais recente da Sony, cuja divisão de games como um todo aumentou o lucro em 16,2% chegando a US$6,5 bilhões.

As vendas de software contribuíram com US$2,7 bilhões do resultado total, enquanto as de hardware se limitaram a US$ 9 milhões, uma queda de US$ 700 mil na comparação com 2016.

A divulgação dos resultados chega junto com a confirmação de que Kaz Hirai não será mais o CEO da Sony após seis anos.